Modelo do Corpo

Essa brincadeira é uma diversão garantida: a garotada adora ver seu corpo desenhado, em tamanho real, no papel.

A atividade proporciona às crianças o conhecimento do próprio corpo, suas capacidades de movimento, percepção, coordenação, etc.

Como brincar:

Leve a criança até o espelho e peça para que ela se olhe. Deixe que ela reconheça cada parte do corpo, se mexa, vire, dance..

Depois, deite-a em cima de papel kraft ou A1 e, com um lápis, desenhe-a no papel, contornando todo o seu corpo.

Disponibilize giz de cera ou outro lápis de ponta grossa e oriente-as a cobrir o contorno do corpo e, depois, observar e desenhar o que está faltando.

Nesse momento, lembre as crianças do que deverá ser desenhado, perguntado: “o que está faltando nesse desenho?”, “o rosto está completo?”, “não esqueçam de desenhar o cabelo!” etc. Depois disponibilize lápis de cor e peça que pintem como quiserem.

Você pode também, como no tutorial, incentivar a criança a pintar todo o corpo de maneira abstrata, soltando a criatividade.

Prepare-se para uma tarde de boas risadas.

Pluviômetro – Medidor de Chuvas

Sabe quando você está assistindo ao jornal e ouve, nos quadros de previsão do tempo, a expressão: “choveu 20 milímetros”?

Essa informação é dada por um aparelho chamado pluviômetro, que serve para medir a quantidade de líquidos (como a chuva) e sólidos (a exemplo da neve e do granizo), que ensinarei a fazer ao final deste post, com materiais reciclados.

Modo de usar:

Coloque o pluviômetro em um lugar plano e aberto, sem que haja nada acima dele ou dos lados que impeça a chuva de atingi-lo.

Após a chuva, recolha o objeto e observe quantos milímetros o nível da água subiu na régua. Essa será a medida da chuva para o período em que a medição foi realizada.

Esvazie e coloque novamente para coletar a próxima chuva, criando uma espécie de relatório mensal. A garotada vai adorar.

 

Pipa

Soltar pipa é, com certeza, uma brincadeira nostalgica que podemos reproduzir com os nossos filhos. Com uma linha, a garotada empina os “papagaios” fazendo malabarismos no céu.

Normalmente vamos a um descampado grande ou parques, onde podemos correr a vontade. Mas também é possível soltar pipa em um pequeno espaço, com menos de um metro. Tudo que você tem a fazer é ficar de costas para o vento e ir administrando a linha. Deixe um pouco de linha fora do carretel, tomando cuidado para não embolar. E quando a pipa for puxando, você vai liberando linha até ela ficar flutuando no céu, bem lá no alto.

Se você quiser que a pipa desça, puxe a linha para baixo. Se quiser que ela mova para a direita ou para a esquerda é só puxar para baixo (deixando a mão meio mole, tremendo) e ir para o lado desejado.

Mas atenção para alguns cuidados:

  • Não solte pipa nos dias de chuva, pois se houver relâmpagos no céu, você pode receber uma descarga elétrica, que pode ser fatal;
  • Cuidado com as antenas, existentes em quase todas as residências e os fios elétricos;
  • Não escolha linha metálica (fio de cobre ou bobinas), nem papel laminado para usar em sua pipa.
  • Não use cerol (mistura cortante de vidro moído e cola que se passa na linha com que se empinam papagaios ou pipas, a fim de que possa talhar a linha de outro papagaio ou pipa quando ambos estão no ar)

Abaixo, coloquei um tutorial de como montar uma pipa, tirado da revista Época. Aproveite com a molecada e divirta-se.

 

Página 1 de 2 :12
Dra. Leslye Sartori

Dra. Leslye Sartori

Graduada em Medicina pela Fundação Universitária Regional de Blumenau - SC (FURB), Especialização em Pediatria pela Universidade Estadual de Londrina - PR (UEL) e Pós-Graduada em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia - ABRAN.

Conheça a Dra. Leslye

0 views